Devemos mudar a alimentação no inverno?

3 minutos de leitura

No inverno sentimos muitas vezes vontade de mudar a nossa alimentação e ingerir alimentos mais pesados e quentes. Fará sentido? Luísa Trindade, nutricionista do Hospital Lusíadas Porto, responde.

É verdade que devemos mudar a alimentação no inverno? Luísa Trindade, nutricionista do Hospital Lusíadas Porto, defende que sim, já que “devemos comer sempre alimentos da época, pois possuem menos pesticidas e são nutricionalmente mais ricos”. Naturalmente, é também necessário maior aporte calórico, dado que o corpo necessita de mais calorias para combater o frio.

Alimentação no inverno: alimentos da época

  • Couve;
  • Grelos;
  • Dióspiros;
  • Oleaginosas;
  • Nabiças;
  • Castanhas;
  • Laranjas;
  • Maçãs;
  • Amêndoas, etc.

Como cozinhar

Os alimentos devem ser cozidos com pouca água ou a vapor sem adição de gorduras. Como alternativa, podem ser estufados ou assados com pouca gordura e pouco sal. Podem sempre utilizar-se ervas aromáticas e especiarias para lhes conferir um sabor especial.

Evite ganhar peso com a alimentação no inverno

Há tendência para se engordar mais no inverno, pois as pessoas saem menos desculpando-se com o frio e a chuva e acabam por ficar mais tempo no sofá a ver televisão e a petiscar. Além disso, há alimentos que nos apetecem mais quando faz frio, mas são precisamente esses que devemos evitar:

  • Queijos gordos acompanhados por vinho tinto;
  • Pão a acompanhar a sopa;
  • Torradas com muita manteiga;
  • Estufados e assados com gordura em excesso.

O que devemos fazer:

  • Apostar na atividade física

Procure fazer atividades ao ar livre, como caminhar ou brincar com os seus filhos;
Suba escadas em vez de usar o elevador;
Estacione o carro longe do local de trabalho ou saia na paragem anterior à habitual, se anda de metro ou de autocarro;
Se não suporta o frio, inscreva-se num ginásio.

  • Truques práticos para apreciar o inverno, sem engordar

Privilegie as sopas de legumes;
Nos fondues: se forem de queijo use mozzarela em vez de queijos gordos, se for de carne substitua o óleo por água, se for de chocolate, acompanhe com muita fruta;
Ingira cereais integrais pois dado o aporte de fibras, conferem maior saciedade;
Prefira os doces à base de frutos secos e farinhas integrais. Melhor, opte por frutas frescas: algumas ficam deliciosas quando levadas ao forno como, por exemplo, banana e maçã assadas com canela;
Tome chá de ervas (erva-doce, hortelã, camomila, erva-cidreira fresca, de gengibre e canela, etc.). É uma boa opção para aquecer e hidratar o corpo.

LER MAIS