COVID-19: cuidados a ter quando vai às compras

4 minutos de leitura

É importante adotar algumas medidas, tanto na ida ao supermercado como em casa, para minimizar o risco de infeção para si e para os outros.

O isolamento social é uma das medidas recomendadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS) para prevenir a propagação da doença por novo coronavírus (COVID-19). Nestas circunstâncias, pode ter de se deslocar a um estabelecimento comercial para garantir a disponibilidade de alimentos que lhe permitam assegurar as necessidades alimentares para todo o agregado familiar por um maior período de tempo.

O European Centre for Disease Prevention and Control refere que a transmissão da COVID-19 ocorre pelo contacto próximo com pessoas infetadas pelo vírus, ou com superfícies ou objetos contaminados. Atualmente, não existe evidência de que a transmissão ocorra através do consumo de alimentos, sejam esses crus ou confecionados. Apesar disso, a Organização Mundial da Saúde recomenda que devam ser adotadas boas práticas de higiene e segurança alimentar de forma preventiva. Desta forma, é importante que tenha em consideração algumas medidas que deve adotar, tanto na ida ao supermercado como em casa, com o intuito de minimizar o risco de infeção para si e para os outros.

Antes de sair de casa para ir às compras:

  • Leve sacos de casa para evitar utilizar cestos ou carrinhos de compras;
  • Lave as mãos segundo o procedimento recomendado (lave as mãos com água e sabão durante 20 segundos, posteriormente seque de forma apropriada evitando a contaminação cruzada – por exemplo: fechando a torneira com o cotovelo ou usando um toalhete descartável);
  • Não se esqueça de levar a sua máscara.

No estabelecimento comercial:

  • Não manuseie alimentos que não pretenda adquirir;
  • Mantenha a distância de segurança, de mais de 1,5 metro, tanto de outros clientes como dos colaboradores que estejam a trabalhar (nas filas de espera deixe, idealmente, 2 metros de distância entre si e os outros);
  • Evite tocar na cara (olhos, nariz e boca) com as mãos;
  • Cumpra as medidas de etiqueta respiratória: quando espirrar ou tossir, proteja o nariz e a boca com um lenço descartável, que deve ser de imediato descartado, ou com o antebraço. Lave sempre as mãos de seguida.

Em casa:

  • Lave as mãos adequadamente assim que chegar e antes de tocar em qualquer superfície ou objeto;
  • Lave e desinfete as bancadas e mesas de trabalho frequentemente. Caso se encontrem com sujidade visível, lave-as com água e detergente antes de realizar a desinfeção. A desinfeção pode ser realizada com produtos desinfetantes próprios para superfícies, hipoclorito de sódio (lixívia) ou soluções alcoólicas (com pelo menos 70% de álcool);
  • Lave adequadamente os alimentos crus. Não há evidência de que a transmissão do vírus ocorra através do toque ou do consumo de hortofrutícolas crus. Desta forma, não há uma recomendação específica para a sua lavagem – deve passar os hortofrutícolas por água corrente;
  • Evite a contaminação entre alimentos crus e confecionados, não utilizando os mesmos utensílios e superfícies sem os lavar;
  • Cozinhe bem os alimentos, sem deixar nenhuma parte crua;
  • Adote as medidas de etiqueta respiratória durante a preparação, confeção e consumo;
  • Não partilhe alimentos ou utensílios entre pessoas durante a preparação, confeção e consumo;
  • Lave as mãos sempre que mude de tarefa durante a preparação e confeção de alimentos, bem como antes e após realizar uma refeição.

LER MAIS