Insolação: o que é e como prevenir

O aumento exponencial da temperatura do corpo pode provocar tonturas, alterações do estado mental, queimaduras cutâneas e, em alguns casos, ser fatal. Saiba como evitar este tipo de situação.

Aprenda a prevenir a insolação e como atuar na presença de sintomas

A insolação é um processo que resulta da exposição corporal a temperaturas elevadas por períodos prolongados de tempo. Pode ocorrer na praia, mas também num passeio ao ar livre ou durante a prática desportiva. Como explica Diogo Dias, médico de Clínica Geral da Clínica Lusíadas Faro, durante este processo verifica-se um aumento da temperatura corporal (entre 38°C e 40°C) associado a um conjunto de sinais e sintomas como:

  • Tonturas;
  • Palpitações;
  • Urina com tonalidade mais escura;
  • Queimaduras solares;
  • Alterações no processo de transpiração;
  • Alterações do estado mental (desorientação e confusão, por exemplo);
  • Fraqueza muscular e cãibras;
  • Dor de cabeça;
  • Convulsões.

 

Atenção!
“Se a temperatura aumentar para mais de 40°C, trata-se de um golpe de calor. Requer tratamento urgente. Deve ir de imediato ao hospital porque pode ser potencialmente fatal”, alerta o especialista.

Causas da insolação

Além da exposição ao calor, a insolação pode ser provocada pelo aumento da temperatura corporal associado ao exercício físico e à consequente desidratação. “Fazer uma corrida ao meio-dia, em pleno verão, pode causar insolação”, exemplifica Diogo Dias.

Fatores de risco

Idade: as crianças e os idosos são mais vulneráveis a este tipo de desregulação térmica, uma vez que a capacidade de regular o calor depende do desempenho do sistema nervoso central. Nos mais pequenos, o sistema nervoso central não está totalmente desenvolvido; nos idosos pode estar em processo de deterioração.

Consumo de bebidas alcoólicas: este tipo de bebidas promove a desidratação e os sintomas associados à insolação.

Outras patologias: quem sofre de diabetes, doenças pulmonares ou renais, entre outras, está mais vulnerável e por isso mais é suscetível a ter insolações.

Tratamento

Perante uma insolação, é fundamental recorrer a um médico. Até lá, deve:

  • Beber água de forma abundante e evitar bebidas açucaradas e refrigerantes;
  • Procurar um ambiente com uma temperatura mais baixa;
  • Se possível, trocar de roupa e optar por peças mais leves;
  • Utilizar uma toalha de água fria ou uma ventoinha para baixar a temperatura corporal.


Prevenção

Para evitar episódios de insolação Diogo Dias, da Clínica Lusíadas Faro, deixa as seguintes recomendações:

  • Evite a exposição solar entre as 11h e as 17h e opte pelas sombras;
  • Se for à praia/piscina ou fizer uma caminhada, aplique protetor solar antes de sair de casa;
  • Use roupa leve e confortável e não se esqueça do chapéu;
  • Hidrate-se ao longo do dia: beba pelo menos 1,5 L de água;
  • Não pratique atividade física se implicar exposição prolongada ao calor.


Colaboração:

Diogo Dias, médico de Medicina Geral e Familiar da Clínica Lusíadas Faro

Especialidade em foco neste artigo:
Medicina Geral e Familiar