Formas de beber água se não gosta de beber água

É sabido que devemos beber pelo menos 1,5 L de água por dia. Mas, e se não gostamos de beber água? Como podemos resolver este dilema, sobretudo nos meses mais quentes? É para o ajudar que Ana Rita Lopes, coordenadora da Unidade de Nutrição Clínica do Hospital Lusíadas Lisboa, revela neste artigo várias alternativas saudáveis para não deixar de beber água.

Conheça formas originais de beber água

Por que devemos beber água

A água é o principal componente do corpo humano, representando cerca de 60 a 70% do peso corporal. Quase todos os alimentos têm água na sua constituição, tais como os hortícolas, frutos e laticínios. No entanto, a verdade é que a água que ingerimos nos alimentos não nos chega. Segundo o Instituto de Hidratação e Saúde, além de ingerir alimentos que contém água, todos os dias as mulheres devem ingerir 1,5 L de água por dia e os homens 1,9 L. Assim, como cumprir esta meta, sobretudo nos meses mais quentes que pedem um refrigerante ou uma taça de vinho gelada? Há várias formas para o fazer. Ana Rita Lopes, coordenadora da Unidade de Nutrição Clínica do Hospital Lusíadas Lisboa, aponta cinco sugestões criativas para beber água.

Formas originais de beber água

1. Infusões

Bebidas elaboradas através da imersão de folhas de plantas em água quente/fervente para que as substâncias aromáticas passem para a água. As infusões também podem ser ingeridas à temperatura ambiente ou com cubos de gelo.

2. Água aromatizada

Poderá optar por aromatizar a sua água, por exemplo, com casca de limão/laranja, pau de canela ou algumas folhas de hortelã, sem recorrer a fervura.

3. Águas com sumo de fruta

Esta água é uma mistura de água mineral e sumo de fruta natural, sem adição de açúcar. Devido à fruta, esta é uma água com aroma e cor, o que a torna mais apelativa para consumo. Contudo, é importante ressalvar que apesar de não ter adição de açúcar, tem sempre os açúcares naturalmente presentes na fruta e, por isso, calorias acrescidas.

4. Água gaseificada com ou sem sabores

É criada (ou existe naturalmente) através da dissolução de dióxido de carbono (CO2) em água. A água gaseificada não deve ser confundida com refrigerantes, uma vez que estes têm calorias e a água gaseificada não. Existe ainda a água gaseificada com sabores, que é combinada com os sabores da fruta. Esta água tem um sabor adocicado, mas um reduzido teor calórico, uma vez que tem adoçantes na sua constituição.

5. Sumos de fruta natural

A fruta é rica em água, pelo que é possível a hidratação através destes sumos. Pode optar por fazer um sumo utilizando apenas uma porção de fruta e colocando a restante porção em água ou cubos de gelo. Neste caso, devem ser respeitadas as recomendações relativas às porções diárias de fruta*

*A Roda dos Alimentos Portuguesa recomenda para a população em geral a ingestão de cerca de 3 a 5 porções diárias de fruta. Uma porção de fruta, por vezes não corresponde a uma peça de fruta. No caso de uma maçã, é uma porção, no caso de uma porção de morangos isso equivale a 10 morangos ou 24 cerejas ou 10 uvas ou 2 kiwis pequenos, etc.. É importante que esta quantidade seja adequadamente distribuída ao longo do dia.

 

 

Autoria:
Ana Rita Lopes, coordenadora da Unidade de Nutrição Clínica do Hospital Lusíadas Lisboa

Especialidades em foco neste artigo:
Nutrição Clínica