Facto ou mito: o chocolate causa acne?

Sempre se ouviu dizer que comer chocolate leva ao aparecimento de borbulhas, mas existirão provas científicas?

Será que o chocolate provoca mesmo acne?

A acne, frequente na adolescência, pode surgir também na idade adulta. A incidência é igual em ambos os sexos podendo ter um curso mais prolongado no sexo feminino.

Manifesta-se especialmente na face mas também pode surgir no pescoço e tronco. Trata-se de uma doença associada a fatores hormonais, genéticos, entre outros, que conduzem a fenómenos inflamatórios.

Evolui por várias fases – comedão aberto (ponto negro), comedão fechado (ponto branco), pápulas, pústulas e quistos. A acne inicia-se por aumento da produção do sebo, mediada por hormonas sexuais (androgénios) a que se junta a descamação do folículo pilossebáceo que conduz à sua obstrução o que favorece a colonização bacteriana (Propionibacterium acnes).

Segue-se a consequente inflamação dos folículos. A acne, consoante a sua severidade, pode-se tratar com medicamentos tópicos ou sistémicos ou em associação entre os dois. Sabe-se que o stresse leva a um aumento da produção de hormonas suprarrenais que vão aumentar a produção de sebo o que pode conduzir ao agravamento da doença.

Existe frequentemente um agravamento relacionado com o período pré-menstrual, devido ao aumento da produção do sebo, mas também a uma maior hidratação do folículo pilossebáceo que ocorre nesta altura do ciclo.

Alimentação e acne

Muito se tem dito acerca dos alimentos que podem provocar acne, com o chocolate a surgir nos primeiros lugares da lista. Mas será que é mesmo verdade? A relação da acne com a dieta é controversa. Não há evidência direta que a doença seja influenciada pelo regime alimentar, mas alguns estudos demonstram poder existir agravamento das lesões com a ingestão de leite e derivados bem como em regimes alimentares ricos em açúcares e outros hidratos de carbono. Estes alimentos promovem um aumento da produção de sebo por aumento da síntese de androgénios.

Trabalhos recentes mostram também que a ingestão de chocolate pode exacerbar a acne em indivíduos predispostos para a doença.

Em suma:
Embora não esteja demonstrado cientificamente que o chocolate ou outro alimento específico provoque a acne, os estudos sugerem que uma dieta rica em açúcares e outros hidratos de carbono aumenta a produção de sebo, favorecendo uma resposta inflamatória que pode agravar a acne em indivíduos predispostos.

 

Revisão científica:
Rui Themido, dermatologista da Clínica de Stº António

Especialidades em foco neste artigo:
Dermatologia