4 cuidados essenciais para o seu filho praticar desporto em segurança

Começar com aquecimento, terminar com alongamentos e beber sempre muita água. Estas são algumas das recomendações para que as crianças possam beneficiar ao máximo – e sem riscos – da prática desportiva. Fique a par de todos os cuidados a ter.

Crianças: cuidados essenciais para o seu filho praticar desporto em segurança

Os seus filhos são desportistas habituais ou começaram agora uma nova atividade física? Quer sejam atletas experientes ou iniciantes, é importante que os ensine a fazer desporto em segurança. Afinal, basta implementar alguns pequenos hábitos na rotina desportiva dos mais novos para minimizar os riscos de lesão.
Esteja atento aos cuidados essenciais a ter em conta, do início ao fim de cada treino:

1. Como equipar o seu filho em casa para praticar desporto em segurança

 Escolher vestuário e calçado adequado a cada desporto, sem esquecer os equipamentos de proteção (capacete/luvas/cotoveleiras/joelheiras para ciclismo ou caneleiras para o futebol, por exemplo).
Lembre-se de que roupa demasiado apertada prejudica a circulação sanguínea.

Levar água suficiente para hidratar antes, durante e depois do treino. Incluir também pequenos snacks pré-treino, como fruta fresca ou frutos secos.

2. Antes do treino

Verificar as condições atmosféricas: em caso de muito calor ou de muito frio, pode ser desaconselhável fazer desporto no exterior.

Fazer sempre uma rotina de exercícios de aquecimento, de forma a preparar músculos, tendões e ligamentos para o esforço que se seguirá, evitando lesões.

 

Sugestões de exercícios:
Caminhada lenta;
Rotação de braços/tronco;
Elevação dos joelhos;
Flexão das pernas e sobre os calcanhares;
Pequenos saltos no mesmo lugar;
Deslocamentos laterais, cruzados e à retaguarda;
Alongamentos (para aumentar a flexibilidade).

 

3. Durante o exercício

 

Beber água a cada 15/20 minutos.

Intercalar atividade física mais vigorosa com breves períodos de pausa ou recuperação.

 

 

4. Depois do exercício

 

Não parar abruptamente: optar por diminuir gradualmente a intensidade do exercício físico.

– Fazer sempre uma rotina de alongamentos para evitar dores musculares.

 

 

Sugestões de exercícios:
Alongamento do pescoço, ao puxar a cabeça para o lado com a mão;
Alongamento dos ombros, ao puxar o braço para o lado com a ajuda da mão contrária;
Alongamento dos braços, ao puxá-los para trás da nuca/costas com a ajuda da mão contrária;
Alongamento da lateral do tronco, com os braços estendidos para cima e oscilação ligeira para cada lado;
Alongamento das pernas, ao dobrar o corpo até chegar com as mãos aos tornozelos/chão (mantendo as pernas estendidas);
Alongamento da parte da frente da coxa, ao puxar uma perna para trás (alternada), com a ajuda da mão.
Beber água suficiente para compensar as perdas com suor.

 

Validação científica:
Carla Laranjeira, pediatra do Hospital Lusíadas Porto

Especialidades em foco neste artigo:
Pediatria