Cerejas: propriedades nutricionais

São adequadas para diabéticos, têm um baixo valor calórico e ricas em fibra. Fique a conhecer melhor as vantagens nutricionais das cerejas.

Cerejas: vantagens nutricionais

Qual a origem das cerejas e onde as podemos encontrar?

A cereja é um fruto bastante nutritivo que faz as delícias dos portugueses de maio a julho. É produzido pela cerejeira, uma árvore asiática. Em Portugal, as cerejas são produzidas maioritariamente na Beira Interior, seguindo-se Trás-os-Montes, Douro e Minho. Os seus pomares situam-se essencialmente a norte do Rio Tejo, com exceção de Portalegre. Dependendo da sua qualidade, as cerejas podem ser amarelas, vermelho-claro, vermelho-escuro ou roxas.

Quando e como colher?

As cerejas deverão ser colhidas o mais maduras possível, uma vez que após a sua colheita não amadurecem, não se tornando mais doces, tal como se verifica com outros frutos como a maçã ou a pera.
As que apresentam melhor qualidade são as de maiores dimensões e mais polposas, cuja pele esteja limpa, firme, brilhante, sem manchas e fissuras. Uma cereja que esteja madura é mais pesada que uma verde. Os seus talos deverão encontrar-se verdes e estar bem presos ao fruto.

Como conservar?

Deverão ser conservadas em local fresco. Poderão ser acondicionadas no frigorífico, sem lavar nem tapar, onde persistem até cerca de 1 a 2 semanas. Poderá optar por congelá-las, mas, neste caso, antes deverá lavá-las adequadamente e secá-las, podendo permanecer congeladas até 8 meses.

Como consumi-las?

Poderão ser consumidas cruas. Num lanche, cerca de dez pares de cerejas correspondem a 1 porção de fruta;
Em saladas de frutos;
Em sumos, batidos ou para aromatizar bebidas;
Em compota ou geleia;
Pastelaria: tartes, pastéis, empadas, mousses, trufas e sorvetes;
Num lanche, adicionadas a iogurte natural ou com queijo quark;
Poderá ser servida juntamente com pratos de carne ou em risoto;
Sob a forma de licor;
E os pés das cerejas podem ser utilizados para infusões.

Quais as suas propriedades nutricionais?

Baixo valor calórico: 1 porção de cerejas (cerca de 20) têm aproximadamente de 60kcal;
Ricas em fibra (1,6g/100g), maioritariamente solúvel (pectina) com efeito benéfico na regularização do trânsito intestinal, na redução da absorção do colesterol e na melhoria do controlo da glicemia;
Baixo índice e carga glicémica – significa que o açúcar das cerejas é absorvido no sangue a uma velocidade lenta, sendo uma fruta adequada para diabéticos;
Cerca de 80% da porção de fruta ingerida é constituída por água, tendo um efeito diurético;
– Rica em antioxidantes, com função anti-inflamatória e imunitária: flavonoides (antocianinas), ácido elágico e ácidos fenólicos;
Fonte de vitamina A, carotenoides e vitamina C e de minerais como potássio, magnésio e fósforo;
Ricas em melatonina – hormona importante na melhoria da qualidade do sono.

Autoria:
Joana Bernardo, nutricionista do Hospital Lusíadas Lisboa, da Clínica Lusíadas Almada e da Clínica Lusíadas Parque das Nações

Especialidades em foco neste artigo:
Nutrição Clínica